Dorival Moreira

Autodidata, dorival se apaixonou pela fotografia no final da década de 1.970 e desde então nunca mais parou de se aperfeiçoar. participou de clubes de fotografia, vendeu cópias fotográficas – fine art – em uma feira de antiguidades de são paulo, expôs seu trabalho em galerias, foi premiado e teve sua obra publicada em importantes revistas nacionais e internacionais.
Pesquisador incansável dedica-se a refinar ainda mais seus ensaios, com o olhar livre e exigente de quem conhece a técnica e a beleza de uma boa imagem. com uma câmera digital em punho e um senso de enquadramento perfeito, vasculha detalhes urbanos em busca de resultados surpreendentes.